Funil de Vendas

O que é um Funil

de Vendas?

No marketing digital todo processo de venda começa pela atração do cliente para o seu site ou blog, com o objetivo de criar um relacionamento com aqueles que realmente terão o perfil de se tornar o seu futuro cliente.

Para que se realize a venda, que é o objetivo final, utiliza-se o método do Funil de Vendas, que consiste em direcionar o seu cliente por fases bem definidas, onde a oferta só será apresentada na última fase, onde o cliente já conhece o seu negócio e está apto a comprar.

Essas fases são uma evolução do modelo AIDA, que já falamos em um post anterior.

Para lembrar:

Atenção – processo onde se chama a atenção do cliente para o seu produto/serviço através de conteúdos, por exemplo.

Interesse – desperta o interesse do cliente em conhecer melhor o seu produto/serviço.

Desejo – aqui o cliente está bem propenso a comprar o seu produto.

Ação – nesta fase é que se realiza o fechamento do negócio.

Funil de Vendas no Marketing Digital.

No marketing digital o processo é bem semelhante, mas utilizamos outros termos para definir cada fase do processo de condução do cliente até a venda.

Fases do Funil de Vendas.

1 – Atração – aqui é praticamente aonde tudo começa, pois aqui é que partimos para a estratégia de atrair a atenção do cliente para o nosso negócio online.

Podemos chamar a atenção do cliente através de ofertas, promoções, e conteúdo, que é a forma que realmente vai lhe ajudar a capturar a atenção do cliente.

2 – Captura – após chamar a atenção do cliente para o seu site ou uma página de alguma mídia social (Facebook, Instagram etc) , é preciso começar o relacionamento com ele, e a melhor maneira é conduzi-lo à uma página de captura, aonde ele fornecerá o e-mail, e você irá oferecer algo em troca, como um e-book ou um desconto, por exemplo.

Com isso, você irá gerar uma lista de e-mails, com potenciais clientes para o seu negócio, que vamos chamar de Leads.

3 – Nutrição – com a sua relação de e-mails e m mãos, você deve produzir materiais que vão conduzindo o seu cliente para o fundo do funil. Aqui, você tem que criar conteúdo que respondam aos medos do seu cliente, e que mostre como o seu produto/negócio pode resolver o problema dele.

Utilize vídeos, e-books, conteúdos relevantes em seu seu blog; sendo oferecidos através do e-mail marketing, como uma forma de ir reforçando a nutrição de sua lista.

Na fase de nutrição, você pode de forma indireta, fazer uma oferta do seu produto/serviço, sem ser muito direto, mas apenas sugestiva.

4 – Conversão

O fato do cliente ter chegado até aqui, não quer dizer que ele irá realizar a compra, mas você já sabe que ele é um cliente em potencial, que se não comprar agora, poderá comprar no futuro, e também ser um bom indicador do seu negócio.

Os clientes que não realizarem a compra naquele momento, devem ser tratados a parte, e você deve continuar a nutri-los com conteúdos e informações sobre o seu negócio.

Procure descobrir pelo qual motivo, ele não realizou a compra, e trace uma nova estratégia para esse tipo de  cliente.

Lembre-se que o nome Funil de Vendas, não é meramente ilustrativo, mas sim uma realidade, onde tudo começa com uma quantidade grande de clientes, e termina, geralmente, com um número reduzido de pessoas.

Finalizando.

Todo esse processo é para qualificar os seus clientes, e te ajudar a economizar energia, tempo e dinheiro, porque no final você terá em suas mãos, apenas aqueles realmente se interessam pelo o seu negócio e podem te gerar vendas, e novos clientes.

 

Bons negócios e até o próximo post.

 

Admilson Cardoso

Categorias: Vendas

Admilson Cardoso

Profissional formado em Publicidade e Propaganda, com pós em Marketing, com mais de 10 anos de experiência em mídia exterior.
Consultor em Marketing Digital, ajudando a sua empresa a melhorar a sua presença online.