Porque o meu site não vende?

Meu site não vende. Porque?

Hoje todo empresário sabe da necessidade de estar com o seu negócio na internet, pois o mundo digital é uma grande fonte de vendas, e deixou de ser um mero luxo, tornando-se para a maioria das empresas, um meio de sobrevivência de seu negócio.

No entanto, muitos ainda acham que basta fazer um site, anunciar no Facebook, Instagram etc, sentar e esperar o aumento de vendas de seu produto ou serviço.

Aí passam-se os dias, semanas e meses e nada do resultado esperado, gerando frustração, e achando que essa coisa de internet não funciona.

Gastou-se dinheiro, tempo e energia em ações que não geraram as vendas esperadas.

Muitas vezes acontece de se ter muito tráfego (visitas) e quase nenhuma venda.

Quais são os motivos desse retorno abaixo do esperado?

Vamos ver algumas das razões pelo qual o seu site não vende.

 

Razões pelas quais meu site não vende

Existe alguns motivos que levam o seu negócio não decolar na internet, e muitos desse motivos estão relacionados ao seu site. Vejamos alguns motivos.

 

Você não conhece o seu público, e sai atirando para todos os lados.

Conhecer o seu público é o primeiro passo para elaborar a sua estratégia de vendas, porque se você não conhece o seu público alvo (Persona), você não saberá a quem direcionar o seu produto, e irá acontecer de você sair atirando para todos os lados, desperdiçando tempo, energia e dinheiro.

Seu site não está otimizado para os mecanismos de buscas (Google, Bing etc).

Não basta o seu site existir, ele tem que ser encontrado por quem busca o seu serviço; e para isso, seu site tem que estar otimizado para que os sites de busca possam achá-lo e mostrá-lo ao seu consumidor.

Existem técnicas de SEO (Search Engine Optimization), que irão facilitar a busca e a exposição do seu site.

Você pode pagar para aparecer na primeira página do Google, por exemplo, mas dependendo do seu nicho, isso pode custar um pouco caro, mas lhe trará retorno, principalmente se você estiver começando.

O ideal seria aparecer na primeira página, através de busca orgânica (grátis), mas geralmente isso pode demorar meses ou até anos, se seu negócio for de abrangência nacional.

Seu site está bem posicionado nos mecanismos de busca, mas não gera uma boa experiência para o usuário.

Então você gasta uma graninha para posicionar o seu site na primeira página do mecanismo de busca, recebe várias visitas, mas praticamente não vende nada.

Pode ser que seu site não seja agradável para se usar, pois:

  • Não carrega rápido;
  • Não é claro para o usuário o que você faz;
  • Seu design não agrada aos olhos;
  • Não é intuitivo, ou seja, o usuário tem dificuldade de chegar aonde quer;
  • As informações são mal distribuídas;
  • As informações são insuficientes.
  • Etc.

Você não gera engajamento com o seu público.

Como acontece no negócio físico, no negócio virtual a relação com o usuário é de extrema importância, para garantir que ele não esqueça de você, e sempre que precisar de um produto que você vende, ele se lembre do seu negócio.

É importante que você tenha os dados desses clientes, para que você possa sempre dizer ao seu cliente que você está ali à disposição dele. Para isso, envie e-mails com promoções, lançamentos de produtos, felicitando pelo aniversário etc.

Mantenha um relacionamento com esses usuários, também nas redes sociais, pois lá estão grandes possibilidades de captação de clientes.

Seu site não tem conteúdo relevante.

Ter um site que carrega rápido, bonito e fácil de navegar, é muito importante, mas não adianta nada disso, se o conteúdo não for interessante, e não responda os questionamentos e resolva as dores do seu cliente.

Ninguém irá voltar para o seu site, mesmo que ele seja bonitinho, se ele não tiver um conteúdo relevante, que prenda a atenção do usuário e faça com que ele volte outras vezes.

Conteúdo é rei.

Você não acompanha o que seus concorrentes estão fazendo.

Acredito eu que se você tem um negócio físico, você deve saber o que fazem os seus concorrentes, né?

No mundo virtual tem que ser da mesma forma. Você tem que visitar os sites dos concorrentes e ver o que eles estão fazendo, para que você se posicione no mercado de forma efetiva, para não ficar para trás. E pode ter certeza que eles também estão de olho de seu negócio, e se você der bobeira, o seu cliente pode se interessar pelo negócio do concorrente. Fique esperto.

 

Essas são apenas algumas das razões do seu site de negócios não funcionar como você gostaria.

Não basta pedir para aquele sobrinho fazer um site para você, e não se atentar ao que foi exposto nesse artigo.

O que você deve fazer?

O que fazer com o meu site?

 

Resumindo, primeiramente, você precisa saber para quem você irá vender o seu produto ou serviço. Sem saber para quem vender, é o mesmo que querer ir para algum lugar, e não saber aonde fica. Você fica pegando caminhos que não te levam ao seu destino.

Estar bem posicionado no Google, por exemplo, de forma paga ou orgânica, é de extrema importância, porque todo mundo vai procurar o seu negócio lá. E se o seu site não estiver na primeira página de pesquisa, dificilmente o seu cliente chegará até você.

Além desses dois fatores, o seu site precisa ser fácil de navegar, carregar rápido, estar pronto para ser utilizado em celulares e tablets, ter conteúdo que prenda a atenção do usuário e gere o desejo de compra.

Esses são alguns pontos que gostaria de ressaltar, mas há mais por fazer para que o seu negócio online tenha o sucesso que você espera.

Nos próximos posts irei falar um pouco mais sobre tudo isso, e mostrar para você, como o Marketing Digital pode alavancar as suas vendas.

Então, até o próximo post, e sucesso para o seu negócio.

Comente, mande suas dúvidas, pois isso irá me ajudar a criar conteúdos que irão fazer a sua empresa vender mais e melhor.

 

Um abraço e sucesso.

Consultor em Marketing Digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *